6 dicas para gerar mais engajamento na sua Fanpage!

Muitas são as empresas que tem uma página no Facebook mas não tem engajamento nenhum. E, obviamente, isso dá uma ideia de que as Mídias Sociais não funcionam e não fazem a menor diferença na “vida” de um estabelecimento.
 
 
Já parou pra pensar que o erro pode não estar na plataforma e sim na forma como ela está sendo gerenciada? Já se perguntou por que algumas empresas tem tanto retorno com o Face e a sua empresa não?
 
 
Talvez a resposta seja bem simples: observação e planejamento!
 
 
Não se preocupe. Esse texto é justamente pra te ajudar a mudar esse quadro e fazer com que sua empresa tenha mais engajamento nas redes sociais. Confira abaixo as 6 dicas e lembre-se: nada vai mudar se você não colocar em prática.
 
 
Dica número 1: Observe!
A internet é um facilitador na vida de todo mundo. E você precisa entender que quando falamos todo mundo, a gente não pode excluir os nossos concorrentes. E da mesma forma que você é observado, o seu concorrente também precisa ser .(Aliás, você sabe quem são seus concorrentes, certo? Caso não, a dica número zero é: saiba quem são os seus concorrentes). Observe atentamente as ações que são tomadas por ele, o tipo de postagem que ele faz, a forma como ele responde os seus clientes e em quanto tempo. Veja o que ele está fazendo que está dando certo e que está dando errado. Além disso, observe o mercado de forma geral, os costumes da região onde sua empresa está. É necessário, além de analisar seus concorrentes, analisar o ambiente onde você está inserido.
 
 
Dica número 2: Anote e aplique!
Analisou os seus concorrentes e o mercado de uma forma geral? Extraia dessas pesquisas o que existe de melhor para que você possa replicar e atrair mais resultados. Seu concorrente fez uma ação na página dele que gerou um resultado super legal? Faça na sua também! Não precisa copiar, mas pode se inspirar. Por que não? Não perca tempo tentando inventar a roda, alguém já fez isso por você. Pense no que você pode alcançar usando a roda! Da mesma forma, o que você percebeu que não foi bom e não gerou bons resultados não faça.
 
 
Dica número 3: Defina o seu público-alvo!
Sabe qual o maior erro que muitas empresas cometem não só nas mídias sociais, mas de uma forma geral? Elas não sabem pra quem estão falando / vendendo. Sabe aquela história de que se você não tem um caminho definido, qualquer um serve porque vai te levar a qualquer lugar e qualquer lugar está ok pra você? Funciona da mesma forma com o seu público. Se você não sabe quem ele é e com quem você está falando, você vai falar com qualquer pessoa e isso pode te levar a lugar nenhum. Faça uma análise da idade, sexo, onde mora, classe social, do que gosta, o que busca quando vai à sua empresa, quais as suas dores , seus problemas, sonhos, apresente soluções para os problemas… Essas informações vão te ajudar a definir quem são as pessoas pra quem você vai falar. E sabendo quem é fica muito mais fácil saber que tipo de conteúdo produzir.
 
 
Dica número 4: Planeje o conteúdo
Essa palavra pode até parecer piegas “lá vem outra pessoa mandar fazer planejamento”, mas ela é a mais importante que você precisa seguir. É a mesma história do “se você não tem um caminho definido…”. Depois de definir, anotar e observar, chegou a hora de pegar papel e caneta (pode ser um computador também 😛 ) e definir o que você vai postar nas suas redes sociais. Pensa que a sua página no Facebook nada mais é do que um canal de divulgação e interação da sua loja. É uma extensão que precisa usar das mesmas palavras para atingir essas mesmas pessoas. Pensou isso? Agora pensa no que essa pessoa que frequenta a sua loja gosta. O que ela espera encontrar na sua loja e o que ela vai querer encontrar na sua página. Converse com seu público. Ele quer ser escutado, ser visto e ser notado. E através das redes sociais você tem esse poder. Se você no dia a dia atende homens de 50 anos que moram na serra, por que você vai fazer postagens direcionadas a jovens que moram na praia? Você pode estar pensando: “Ninguém faria isso”, certo? Ok, vamos a um exemplo real? Grava aí: restaurante que atende clientes classe A/B, com idade 30+, na beira da praia, zona sul do Rio. Guarda esse público! Se você fosse o dono desse restaurante, você faria na sua página um sorteio de 3 copos coloridos de acrílico? Caso sim, você acha que com essa promoção você vai atender o seu público-alvo ou vai atrair para a sua página perfis diferentes do que você espera ter em seu restaurante? Pois bem, esse é um exemplo prático e real de onde estou querendo chegar. Você precisa saber quem é o seu público alvo para falar diretamente com ele o que ele quer ouvir. Um grande erro é produzir um conteúdo que você acha legal e não necessariamente isso vai agradar a sua audiência.
Uma dica extra dentro desse tópico é: não fale somente de você. Ninguém segue uma página que não tenha nada de interessante a oferecer. Busque assuntos diferenciados para a sua audiência. Definindo essas questões e planejando o que você vai falar com o seu público, chegou a hora da dica número 5.
 
 
Dica número 5: Crie uma grade de postagens
Definidos todos os itens acima e sabendo exatamente o que você vai falar e para quem, chegou a hora de definir e programar a sua grade de postagens. Para facilitar, após definir os assuntos de interesse do seu público aqui em cima na parte de planejamento, monte uma grade e coloque qual tema você vai postar em cada dia da semana. Exemplo: se você é um restaurante especializado em comida vegana, você pode definir que segunda vai postar uma receita simples e fácil para reprodução; terça vai postar dicas de substituição de alimentos, quarta uma promoção do seu restaurante ou uma divulgação do local, quinta vai postar informações sobre os benefícios de uma refeição vegana e etc. Feito isso fica mais fácil você se organizar para as postagens da semana. Após essa grade pronta você vai programar na própria página do Facebook as postagens da semana inteira. Se segunda é dia de receita, então qual receita você vai programar para esse dia? Se na terça é dia de postar sobre substituição de alimentos, qual será o alimento em questão? Pense na postagem de cada dia e programe cada uma delas. Assim você não corre risco de algum dia da semana ficar sem postagem por conta de algum imprevisto. Lembre-se: sua página precisa de continuidade, de atualizações, se possível, diária. “Quem não é visto não é lembrado!”. E pra você ser visto no Facebook você precisa estar super em alta, já que a entrega orgânica do Facebook não colabora muito com a gente (prometo fazer um outro post sobre isso).
 
 
Dica número 6: Interaja!
Esse talvez seja um dos maiores erros cometidos nas páginas que acompanho. Imagina que você teve toda essa organização acima, fez cada passo-a-passo, fez as postagens e a sua página está super bem, muito obrigada. Os clientes começam a interagir, fazem comentários, perguntas e você simplesmente ignora… O que acontece quando você fala com alguém e nunca tem retorno? Você para de falar, certo? E é isso que vai acontecer. A sua página precisa ser uma via de mão dupla, onde você e seu cliente possam conversar. Responda, interaja, faça perguntas e torne a sua página um espaço atrativo para o seu cliente.
 
 
Depois dessas 6 dicas colocadas em prática, pode ter certeza que a sua página vai ter mais interação e mais retorno direto.
 
 
Tem mais alguma dica para compartilhar? Faz algo diferente que também dá resultado? Coloca aqui nos comentários.
 
 
Até a próxima! 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima